A Raiva seca o sangue e dissipa o Hun

A raiva é predominante Yang em sua natureza. Tem muitas formas diferentes e é uma causa muito comum de doença. É mais preciso dizer, conforme escrito no Su Wen, que quando “há raiva”, o Qi ascende, já que a relação entre uma emoção e o Qi é vista na realidade como um padrão mais do que como uma relação causal.

Entre as sete emoções humanas, apenas a raiva é de natureza intensa. Ela seca o sangue e dissipa o Hun. A pessoa que compreende a forma de nutrir o Fígado, portanto nunca tem explosões de raiva.
(Zhang Huang, citado em Fruehauf, 1998, p.4).

O Hun do Fígado ou Alma Etérea está mais relacionado ao que no Ocidente chama-se a “alma” da pessoa. Considera-se que o Hun entra no corpo da pessoa no momento do nascimento, e que deixa o corpo e continua a existir quando uma pessoa morre.

Quando as pessoas relatam que se separam do corpo, como exemplo durante as “experiências fora do corpo” ou “experiências no momento da morte”, ou se as pessoas andam durante o sono ou ficam em transe, essas experiências envolvem o Hun. O fortalecimento do Espírito do Fígado pode ajudar a manter o Hun no corpo caso ele se encontre patológico.

Em casos menos extremos, as pessoas se tornam mais vagas e sonhadoras.
Outro fato do ponto de vista diagnóstico é que o Hun está associado à capacidade das pessoas em realizar os planos de suas vidas, bem como a capacidade de ter visão ou discernimento espiritual.

Se uma pessoa tem sonhos de maneira constante, seja na forma de sonhos durante a noite ou em sonhar acordado, ou simplesmente é um tanto vaga ou “aérea”, isso pode ser decorrente de um desequilíbrio no Fígado que afeta o Hun. Isso é com frequência evidente em pessoas que já tomaram quantidades significativas de drogas recreativas.

Fonte: Acupuntura Constitucional dos Cinco Elementos, Angela Hicks, John Hicks e Peter Mole

2 comentários em “A Raiva seca o sangue e dissipa o Hun

  • 20/03/2020 em 19:29
    Permalink

    Amei os textos! simplesmente maravilhoso. Parabéns pelas postagens.

    Resposta
    • 22/03/2020 em 10:23
      Permalink

      Olá, Adriana. Obrigado por acompanhar o nosso site! Estamos trabalhando para trazer alguns conteúdos. Cuide-se por aí! Um grande abraço cheio de Qi.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.