Shen – O esplendor da vida

Várias palavras diferentes são usadas nos textos médicos chineses para descrever a mente e o Espírito.

Shen é a palavra comumente mais usada e possui diferentes significados de acordo com o contexto que é empregada. Alguns autores traduzem Shen como “mente” (Maciocia, 1989), outros como espírito (Kaptchuck, 2000), e outros como espíritos (Larre e Rochat, 1995).

O termo “espíritos” é utilizado para enfatizar que o Shen é mais do que simplesmente o espírito do Coração, mas também descreve “toda esfera dos aspectos emocional, mental e espiritual de um ser humano” (Maciocia, 1989).

Nesse sentido, a palavra Shen inclui os aspectos mental e espiritual de todos os órgãos. É o Shen que dá às pessoas sua consciência humana, como as seguintes citações ilustram:

“Ter os espíritos de Shen é o esplendor da vida. Perder os espíritos é a aniquilação”. (Su Wen, capítulo 13).

“Deixe-me discutir o Shen, o espírito. O que é o espírito? O espírito não pode ser escutado com o ouvido. O olho deve ser brilhante de percepção e o coração deve ser aberto e atencioso e, então o espírito é subitamente revelado através da própria consciência da pessoa. Não pode ser expresso pela boca; apenas o coração pode expressar tudo aquilo que pode ser considerado. Se uma pessoa prestar muita atenção, ela pode, de maneira inesperada, saber aquilo, mas também pode perder muito rápido esse conhecimento. Mas o Shen, o espírito, torna-se claro ao homem como se o vento tivesse levado a nuvem para longe. Portanto, a pessoa fala sobre o assunto como o espírito”. (Su Wen, capítulo 26)

Fonte: Acupuntura Constitucional dos Cinco Elementos, Angela Hicks, John Hicks e Peter Mole.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.